Comentários sobre Sexualidade e Crimes de Ódio

 

Assistindo ao filme “Sexualidade e Crimes de Ódio” de Vagner Almeida, no II For Rainbow de Fortaleza este ano, sinto que o cinema pode ajudar em muito os travestis na luta contra o preconceito.

No filme a barbárie da ignorância tem sua face revelada de forma crua, e nos faz pensar o quanto atitudes como a do Vagner são necessárias nessa luta. Pouquíssimas pessoas falam sobre esse assunto!

Merece os parabéns pela coragem de tocar na "ferida que não fecha" e pela dedicação à pessoas tão desprovidas de carinho e atenção como são as personagens que aparecem no filme...

Precisamos de mais profissionais como Vagner no cinema e em qualquer outra esfera dessa sociedade. Uma sociedade que insiste em tornar as pessoas trans invisíveis, recorrendo para isso, até ao extermínio!

Claudia Wonder

Vagner, Quem lhe escreve é o Marquinhos, participante da Oficina de Teatro Expressionista e da peça Cabaret Prevenção. Me emocionei ao ler seu blog ***vavabrasil2007.blogspot.com ** *e saber que você continua o idealista e lutador de sempre. Quero lhe agradecer, extensivo a ABIA, pelo muito que aprendi e que continuo aplicando até hoje na minha vida. Muito do que você aplicou nas Oficinas me servem hoje para nortear meu caráter e me ajudar a driblar os preconceitos. O que eu mais precisava naquele tempo era ter estima para seguir vivendo num meio social tão hostil aos gays e graças a ABIA e ao seu empenho, consegui. Tenho saudades do pessoal daquela época. Ainda hoje participo esporadicamente do Grupo Arco-Íris, mas o movimento Homossexual Brasileiro tomou um rumo que, sinceramente, não me atraia para um engajamento. Ocorre que a atmosfera que havia nas nossas reuniõe na ABIA nunca mais encontrei em nenhum outro Grupo que frequentei. Então guardo as lembranças, que são doces, e manifesto minha gratidão procurando dividir com os gays que ainda não tem estima suficiente para se amarem, o muito que ganhei naquelas reuniões. Mando beijos a você,ao Richard a ABIA, desejando que o DEUS no qual você acredita continue lhe iluminando.

Sinceramente, Marquinhos

Oi Vágner, ah quanto tempo não nos vemos. Obrigado por entrar em contato. Realmente ha que se seguir a luta do bem contra o mal, se não eles nos engolem de vez! Sempre será assim, se quisermos sermos felizes teremos de lutar e brigar nem que seja em cima do salto e xingando com toda a educação em um fracês suave! rsrsrsrs... Aproveite para dar uma passadinha no meu orkut de trabalho. Será uma honra tê-lo por lá. Te aguardo. Os endereços estão logo aquí a baixo. Um superbeijo pra você, muita luz, iluminação, sucesso e muita felicidade em seu caminho com Sexualidade e Crimes de Ódio. Bjs Jeff Bonfim

É infelizmente,nao parece que estamos no seculo 21,com essas noticias.Porém tem um coisa que discordo,estava lendo em algum lugar que crimes de homossexuais contra homossexuais,tambem entram na estatitica de crime de ódio, o que nao é justo, podiam colocar como crime passional,ou qualquer coisa, pois nao seria crime de odio exclusivamente ligado a homossexualidade e sim a pessoa.(Nao sei se entendeu o que tentei explicar)Nao sei se minha informaçao esta correta tbm pois a fonte nao é 100% segura Mesmo assim acho que a lei continuaria valendo,pois tbm tem os crimes que nao entram nas estatiticas.Organizaçao seria fundamental.

Aline Di Battista

VAGNER
Tudo Bom ? William fiebig - Varginha-MG 25anos , li hj sua materia Maquina do ódio realmente  vc ta correto todo dia morre  um ser , um ser como todos  outros o ruim que e somente  pela  expressão de ser um homossexual, isso e  muito ruim para comunidade  gay do brasil. entao tava na hora das paradas gay de muitos lugares pararem de  fazer festas nas  ruas e  levantar mais a  bandeira do respeito a  igualdade, ta na hora das paradas mostrarm a crueldade que vem sendo feitas por inumeros lugares do nosso país, essa e a  verdade que deve ser isposta para o brasil , a de  odio ainda está aberta no brasil , temos q  mostrar  que ogay está muito bem visto nos dias de hoje, as paradas  gays do brasil são muitas veses que levanta muitp dinheiro para cidade e  para o comercio em si, vamos mostrar  oque  o ser humano futuramente pode estar perdendo.
Parabéns pela  materia sensacional
Forte Abraço continue assim
Sucesso sempre
William Fiebig
Varginha-MG

 

Filme denuncia assassinatos de gays

Valdeck Almeida

http://www.portalvilas.com.br/?pg=noticia&id=2463

 

Enviado por: Fábio Ribeiro de Feira de Santana em 06/09/2008 às 12:23:34

O Vagner de Almieda estar de parabéns, precisamos de inicativas como estas, que denunciem as bárbaries sofridas pelos homossexuais Brasileiros, concordo que o governo em muito tem co-responsabilidade assim como as igrejas que reafirmam discursos discriminatórios, muitas vezes despertando o ódio.
A sociedade precisa enxergar estes crimes e rever suas atitudes.
Precisamos destas denuncias nas grandes mídias, assim como se denuncia violência contra, criança, negros e mulheres, precisamos que as violencias contra homossexuais seja previnida, nos meios de comunicação, instituição de ensinos, enfim, em todos os lugares.

Enviado por: Carlos Ventura de Lauro de Freitas em 06/09/2008 às 12:12:42

Parabéns aos idealizadores deste projeto.

Está na hora de Sair do Armario esta violencia que negam existir contra os Homosexuais.
Está homofobia gritante e horrenda.

Está na hora de O Brasil dizer um Basta!




Seu filme...emocionante!
O começo causando expectativas....a história foi se desenrolando, fomos ficando cada vez mais atonitos...chocados! Quanta barbaridade! E no final quando apareceu as fotos do Luís e o Alexandre começou a falar...não teve jeito comecei a chorar! Foi emocionante! Felipe que nem conhecia Luis, ficou com os olhos cheio de lágrimas....
Foi como vc disse...o filme é um chamado, um alerta...pena que as pessoas muitas vezes assistem se emocionam e continuam inertes...infelismente!
Gostei do final também...parece que a coisas não tem mesmo fim...e ninguém se incomoda...
Muitos aplausos...mas aplausos contidos...tristes..por tudo que que acabavam de assistir...parecia que o sons que vinham das palmas e os olhares perplexos encenavam o lamento de uma triste verdade...

Camila Castro
Comentário de participante do II For Rainbow Filme Festival – Fortaleza -2008


Oi, amore!
Desculpe a demora, mas só cheguei ontem de Fortaleza do II For Ranbow Filme Festival!  Vi seu video e fiquei muito triste, mas espero que um dia essa realidade mude, né? Parabéns pelo trabalho e pela denúncia!!!
Muito obrigado pelo carinho e atenção!
Um grande beijo!

Claudia Wonder


 

Parabéns Wagner por mais essa denúncia...
È uma pena que tantas pessoas sejam vítimas do ódio social apenas por exercer seu direito de SER e ter a coragem de viver em liberdade suas emoções e identidade de gênero.
Beijo em seu coração com respeito e admiração.

Vera Couto.


 

Olá, querido!!!!!!!!!
 Vc tava lindo no filme, to-tal-men-te Vagner de Almeida! Acho que me entende...  As situações, verdadeiras, as de sempre e ainda tão presentes. Parabéns mais 3 vezes e sempre. Até breve, beijo,

 Marjorie Nepomuceno Produção Cultural


 

Meu coração está apertadíssimo mas muito esperançoso após assistir os trailers postados no teu site...  Maravilhoso teu trabalho!

Paul Beppler


 

Bom dia amigo, fico muito feliz qdo vejo um trabalho de um amigo ser muito bem feito e com cara de sucesso absoluto de público e vendas. Felicidades, muito sucesso e continue assim meu garoto. Beijão.

Paulo Leal


Olá Vagner,

Não sei se vc lembra de mim, sou Luanna Marley, aqui de Fortaleza, trabalhei com a Mitchelle na Coordenadoria de Diversidade Sexual, e atualmente estou com o Orlaneudo na mesma coordenadoria. Nos conhecemos no II Fortalecendo lá no RJ, onde inclusive vc pediu para eu falar num filme documentário que vc estava produzindo "o que é ser lésbicas no Brasil, para mim?", pedindo pra que eu falasse enquanto lésbica feminista!

Bem, o motivo do meu e-mail é para Parabenizá-lo pelo trabalho Sexualidade e Crimes de ódio, valendo ressaltar que o Trailler por si só é bem emocionante! Espero vc em breve por aqui em Fortaleza, para o filme que está fazendo sobre a nossa saudosa Janaína Dutra.

Bjão enormeeee

Luanna Marley
LAMCE- Liberdade do Amor entre Mulheres no Ceará
ABL- Articulação Brasileira de Lésbicas
Coletivo de Jovens Feministas do Ceará
Articulação Brasileira de Jovens Feministas


 

Vava, your emotional reaction to atrocity comes through clearly in the film. It is important for others to become aware of the hate crimes that target not only homosexuals but more specifically travesties in Brazil.


Jonathan Garcia


 

Gostei muito do filme, principalmente porque vc tratou de uma questão q sempre me acompanhou. Meu avô paterno mora em São João de Meriti e sempre fiquei pensando no quão expostos ficam os travestis que fazem ponto pela Dutra quando passava por lá... Enfim, idéias não faltam, só preciso mesmo parar e escrever. Seu filme é muito bom! Gostei mesmo!

Marina Maria
Assistente do Secretariado do Observatório de Sexualidade e Política - SPW
ABIA - Associação Brasileira Interdisciplinar de Aids 

 

Ola Vagner,

Obrigada pelo video “Sexualidade e Crimes de Ódio”. – Fantástico! Extraordinário!
Na Africa do Sul, aonde estou estudando, este é também um problema muito grave. A violência, estupro e assasinato de gays e lésbicas se descatam como dos crimes mais comuns.
Estou no  momento em Maputo a fazer o meu trabalho de campo sobre jovens profissionais e dinâmicas de sexualidade em espaços urbanos de Mocambique. Ja temos uma associação de gays, lésbicas, bisexuais e transsexuais  - chama-se LAMDA.

Abraco
Sandra
Pesquisadora Moçambicana
Sexualidade Urbana


 

YouTube obraga has made a comment on Sexualidade e Crimes de Ódio-TRAILER:

Parabéns pelo trabalho! Tomara eu tenha oportunidade de assistir o filme todo.
Sucesso!

Oswaldo.Braga


 

Assistindo ao filme de Vagner Almenida sinto que o cinema pode ajudar em muito os travestis na luta contra o preconceito.
No filme a barbárie da ignorância tem sua face revelada de forma crua, e nos faz pensar o quanto atitudes como a do Vagner são necessárias nessa luta. Pouquíssimas pessoas falam sobre esse assunto!
Merece os parabéns pela coragem de tocar na "ferida que não fecha" e pela dedicação à pessoas tão desprovidas de carinho e atenção como são as personagens que aparecem no filme...
Precisamos de mais profissionais como Vagner no cinema e em qualquer outra esfera dessa sociedade. Uma sociedade que insiste em tornar as pessoas trans invisíveis, recorrendo para isso, até ao extermínio!

Claudia Wonder


 
 


 

para maiores informações enviar e-mail:
vagner.de.almeida@gmail.com